20 de Novembro de 2016 - Rodrigo Cézar Limeira - (2877 acessos) Comentário

O significado da pré-estação chuvosa do setor norte do nordeste

A chamada pré-estação chuvosa do setor norte do nordeste, do qual fazem parte os estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, dura três meses: novembro, dezembro e janeiro e antecede o inicio da estação chuvosa que ocorre de fevereiro a maio. Este período é caracterizado pela aparição das primeiras chuvas sobre o semiárido dos citados estados. É nesse momento que o sertanejo costuma visualizar os primeiros relâmpagos, e consequentemente os primeiros sinais de que a chuva se aproxima. É no citado período que começam a chegar sobre o semiárido os ventos úmidos do norte, que elevam a umidade do ar e provocam chuvas isoladas. No mês de novembro, as chuvas são raras, por se tratar apenas do inicio da pré-estação, no entanto, a partir de dezembro, principalmente da segunda quinzena do mês, a umidade sobe muito, e as chuvas ocorrem aliviando o calor e trazendo alívio. Em janeiro, as chuvas tendem a se intensificar, até a chegada do período chuvoso.

 

Os sistemas meteorológicos que costumam atuar no norte do nordeste durante a pré-estação chuvosa são: a “Zona de Convergência Intertropical (ZCIT)” sistema oriundo do norte que produz a estação chuvosa de fevereiro a maio, no entanto, devido a sua aproximação nos meses de dezembro e janeiro, costuma provocar chuvas esparsas sobre a referida região. “Vórtices Ciclonicos de Altos Níveis (VCAN)” sistemas que se formam devido à advecção térmica produzida pela penetração de frentes frias no sul da Bahia, atuam em altos níveis, entre seis mil e doze mil metros, e quando recebem umidade de outro sistema de grande escala como a ZCIT e frentes, costumam produzir acumulados significativos de chuvas no nordeste. Ocorrem com maior frequência nos meses de dezembro e principalmente em janeiro. “Instabilidade Atmosférica” decorrente da atuação de frentes frias no sul da Bahia, como em dezembro e janeiro as frentes costumam atuar no sul da Bahia, em alguns episódios, podem causar alterações nas condições do tempo no interior de estados como Paraíba e Pernambuco, causando chuvas isoladas.

 

 Rodrigo Cézar Limeira

 

Social:

19 de Janeiro de 2018

Publicidade

Visitas até o momento