5 de Janeiro de 2024 - Rodrigo Cézar - (3470 acessos) Comentário


Recarga do Complexo Coremas/Mãe d’ Água em 2024 será inferior a 20%, ou inferior a 258 milhões de metros cúbicos, prevê Dr. Rodrigo Cézar

Com o fenômeno El Niño configurado na região central do Oceano Pacífico Equatorial e com intensidade forte, a perspectiva é de grande irregularidade na distribuição espacial e temporal das chuvas em 2024, no Cariri, Sertão e Altossertão do estado da Paraíba, prevê o físico, meteorologista, mestre em Meteorologia e doutor em Física Rodrigo Cézar.

 

Dessa forma, com a chuva mal distribuída no tempo e no espaço, é provável que o maior manancial de águas do estado, o Complexo Coremas/Mãe d' Água, o qual comporta aproximadamente 1.289.000.000 m3  (um bilhão duzentos e oitenta e nove milhões de metros cúbicos de água) possa ter uma recarga abaixo dos 20%, que representa uma recarga hídrica inferior a 258.000.000 m3 (duzentos e cinquenta e oito milhões de metros cúbicos de água) aproximadamente, prevê o estudioso do clima e de várias áreas da Física Rodrigo Cézar.

 

Em 2023 a recarga do manancial foi de aproximadamente 10%, ou cerca de 129 milhões de metros cúbicos, já em 2022 a recarga foi de cerca de 19%, ou cerca de 246 milhões de metros cúbicos. Em 2020, o manancial teve sua maior recarga desde 2011, cerca de 55%, ou aproximadamente 640 milhões de metros cúbicos.

 

 

Portal Ciência em Foco

Foto: Pixabay.com 

 

 

 

 

 

 

Social:

23 de Junho de 2024

Publicidade

Visitas até o momento