14 de Abril de 2024 - Rodrigo Cézar - (1369 acessos) Comentário


Confira a atualização das anomalias de tsm em 13 de abril: La Niña é quase uma certeza

É apresentado nesse vídeo, a atualização de 13 de abril de 2024, do campo de anomalias de tsm (temperatura da superfície do mar), no mesmo é possível observar: Águas do Atlântico Sul na costa da Região Sul mais frias de que o normal, além disso, as águas superficiais na costa do Perú e Equador estão mais frias de que o normal, essas duas condições citadas, indicam perspectiva de chuvas abaixo da média para o Sul do Brasil em abril.

 

Também deve-se citar o fato do dipolo positivo do Oceano Índico não existir mais, condição oceânica comum em anos de El Niño e que é favorável para muita chuva na região principalmente na primavera e parte do verão. Para o Brasil central, que engloba grande parte do Sudeste e Centro-Oeste, a previsão para abril de 2024 é de chuvas variando de normais a abaixo da média, embora tanto El Niño quanto La Niña não influenciem na quantidade de chuva observada nas duas regiões ao longo do ano.

 

Com o El Niño com intensidade moderada, mas que está em fase terminal, a perspectiva é que o oeste da Amazônia com base nas anomalias de tsm observadas atualmente, possa ter chuvas abaixo da média também. O Atlântico Sul na costa leste do Nordeste continua quente demais, amenizando os impactos do atual El Niño moderado, assim como também o Atlântico Norte que está com anomalias de tsm acima do normal para a época, essa conjuntura indica um cenário de chuvas mal distribuídas espacialmente no semiárido do setor norte do Nordeste, cuja quadra chuvosa ocorre de fevereiro a maio.

 

Mesmo com a perspectiva de chuvas variando de normais a acima da média em abril, as chuvas nessa área serão mal distribuídas ao longo de abril e maio, já que até o final de maio, a atmosfera ainda estará respondendo as condições de aquecimento presentes na região central do Pacífico Equatorial.

 

Créditos: Campo de anomalias de tsm de 13 de abril de 2024: tropicaltidbits.com (NOAA): Imagem: tropicaltidbits.com - NOAA

Social:

19 de Julho de 2024

Publicidade

Visitas até o momento