2 de Abril de 2023 - Rodrigo Cézar - (1259 acessos) Comentário


No Interior da PB, RN, CE e PE chuvas voltam nos próximos dias

A onda planetária de energia em altos níveis na troposfera, associada ao sinal negativo para chuvas da Oscilação Maddem-Juliam está desde o dia 31 de março, na sua fase mais intensa, e deverá seguir dessa forma nos próximos dias, no entanto, entre os dias 04 e 10 de abril as chuvas deverão voltar de forma mais intensa ao setor norte do Nordeste, incluindo principalmente o semiárido da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, para o semiárido de Pernambuco a perspectiva é de menos chuvas dentro do intervalo citado.

 

 

Na Região Norte as chuvas ficam mais esparsas nos próximos dias, com perspectiva de intensificação também dentro do intervalo mencionado.

 

 

A Oscilação Maddem-Juliam influencia na formação de nuvens de chuvas principalmente na região tropical do Brasil, que inclui as Regiões Norte e Nordeste, o Centro-Oeste e Sudeste também são influenciados de forma significativa, a Região Sul do Brasil recebe uma influência menor desse fenômeno, sendo mais impactada pela Oscilação Antártica.

 

 

 

Esse fenômeno se baseia na atuação em altos níveis na troposfera principalmente da região tropical do planeta, de ondas planetárias de energia, que se alternam em intervalos de 30 e 60 dias, daí o nome de Oscilação 30 - 60 dias, essas ondas migram de oeste pra leste, quando a onda está com sinal positivo para chuvas, algo observado entre os dias 10 e 25 de março desse ano, a mesma promove a a formação de muitas nuvens de chuvas, com isso, no caso específico do Brasil, as regiões mais afetadas passam de 10 a 20 dia registrando boas chuvas, depois a onda passa, e chega outra, com sinal oposto, que terá o impacto oposto.

 

 

 

Entre os dias 10 e 25 de março, a onda planetária de energia com sinal positivo para chuvas foi bem intensa, atuando nas fases 8, 1 e 2 que são as fases que mais ativam e organizam a convecção, colaborou para a ocorrência de boas chuvas em parte do semiárido do setor norte do Nordeste, mesmo com condições oceânicas não tão favoráveis dentro do período.

 

 


Texto: Dr. Rodrigo Cézar Limeira

Créditos: Mike J. Ventrice - Ph.D

 

 

 

 


Social:

19 de Julho de 2024

Publicidade

Visitas até o momento