5 de Maio de 2023 - Rodrigo Cézar - (1177 acessos) Comentário


Com a ODP negativa: El Niño poderá ser fraco ou moderado

A previsão do físico, meteorologista, mestre em Meteorologia e doutor em Física Quântica Rodrigo Cézar, é de um episódio fraco ou moderado do fenômeno climático e oceânico El Niño no segundo semestre de 2023, isso porque a ODP (Oscilação Decadal do Pacífico) está negativa, algo que vem ocorrendo desde o ano 2000, o referido fenômeno é ciclico e dura entre 20 e 30 anos, dessa forma, em sua fase negativa como agora, a tendência é de El Niños menos numerosos e menos intensos, e de La Niñas mais intensas e mais numerosas.

 

A tendência para o El Niño existe, devido ao fato do Pacífico Central (região do Niño 3.4) ter se apresentado mais frio de que o normal, com uma La Niña por cerca de 2,5 anos, agora seguindo o balanço de energia dos oceanos, a perspectiva é de um novo episódio do fenômeno climático e oceânico El Niño, sendo que a maior probabilidade é do fenômeno ser fraco ou moderado, algo que poderá impactar menos na distribuição das chuvas em 2024 no Norte e Nordeste do Brasil.

 

De acordo com o campo de anomalias de temperatura da superfície do mar, a região do Niño 3.4, que fica bem no centro do Oceno Pacífico Equatorial, está hoje, dia 02 de maio, com desvio de aproximadamente 0,24ºC acima da média, essa região influencia no padrão de distribuição do ventos em altitude sobre as Regiões Norte e Nordeste, já na região do Niño 1+2, que fica na costa do Peru e do Equador, o desvio de temperatura das águas superficiais do Pacífico é de aproximadamente 2,55ºC acima da média, essa região influencia diretamente nas chuvas que ocorrem na Região Sul do Brasil ao longo do ano. Para colaborar com nosso canal, envie um pix de qualquer valor para [email protected] , será de grande valia para esse projeto, o seu apoio.

 

 


Créditos: Texto: Dr. Rodrigo Cézar Limeira

tropicaltidbits.com - NOAA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social:

19 de Julho de 2024

Publicidade

Visitas até o momento