28 de Junho de 2020 - Rodrigo Cézar Limeira - (3088 acessos) Comentário

Chuvas em junho ficaram acima da média, na primeira quinzena de julho novas chuvas são esperadas no Semiárido da PB

Confirmando a previsão realizada pelo físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira, junho teve chuvas acima da média na maioria das localidades do Cariri, Sertão e Altossertão da Paraíba. Em Patos de acordo com informações repassadas pelo técnico da Empaer Marconi Palmeira, choveu 54,8mm no posto pluviométrico da Embrapa, já no Palmeirão, que também é posto pluviométrico oficial, choveu 56mm, de acordo com a OMM (Organização Meteorológica Mundial), deve-se fazer a média aritmética dos dados, para se obter o índice oficial de chuvas para o município (IOC):

 

 

Dessa forma: (IOC) = (54,8 + 56)/2 = 55,4mm.

 

 

Assim, foram observados 55,4mm de chuvas em Patos no mês de junho, sendo que a média de chuvas em junho em Patos é de 24 mm na Embrapa.

 

 

Choveu portanto: 131% acima da média em junho na cidade de Patos.

 

 

Previsão do físico Rodrigo Cézar Limeira é de chuvas na primeira quinzena de julho:

 

De acordo com o estudioso, uma onda planetária de energia em altos níveis na atmosfera, associada ao sinal positivo para chuvas da Oscilação Maddem-Juliam deverá atingir as regiões Norte e Nordeste do Brasil na primeira quinzena de julho, e contribuir para a ocorrência de chuvas nas duas regiões, sendo assim o Cariri, Sertão e Altossertão da Paraíba serão beneficiados.

 

 

Estudioso prevê chuva acima da média em julho:

 

 

Assim como previu chuvas acima da média em maio e junho e suas previsões se confirmaram, o físico Rodrigo Cézar Limeira prevê chuvas acima da média no Semiárido da Paraíba no corrente mês de julho de 2020.

 

 

Em Patos, a média pluviométrica em julho é de 8mm na Embrapa, em julho de 2020 de acordo com o estudioso deverá chover mais de 8mm.

 

 

Tal conjuntura se deve ao fato das condições oceânicas continuarem favoráveis para chuvas, algo que vem ocorrendo em excesso no Litoral e Brejo do Estado. Com isso sobra mais umidade para o interior pontua. Já que maio, junho, julho e agosto simbolizam a quadra chuvosa do leste da Paraíba.

 

 

O saldo do período chuvoso de 2020 é muito positivo, já foram contabilizados 1066mm na Embrapa e 1039mm no Palmeirão. Em anos como 2010 e 2013 também choveu acima da média em junho, mas ambos foram anos de seca no Semiárido da PB. Em 2020 choveu acima da média em junho em Patos, e também ao longo de todo o período chuvoso.

 

 

Portal Ciência em Foco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social:

8 de Dezembro de 2022

Publicidade

Visitas até o momento