29 de Maio de 2022 - Portal Ciência em Foco - (2109 acessos) Comentário

Açudes que abastecem as cidades de Teixeira, São Mamede e Santa Luzia-PB estão praticamente secos de acordo com dados oficiais

Com um período chuvoso muito irregular, maioria dos açudes que abastecem cidades do Semiárido da PB tiveram pouca recarga esse ano confirmando previsão realizada pelo físico e meteorologista Rodrigo Cézar Limeira em fevereiro passado.

 

Reservatórios que tiveram grandes recargas em 2020 a exemplo das Barragens de Capoeira e Farinha e Açudes como o Cachoeira dos Cegos, Engenheiro Arcoverde e Jatobá, não recebem recargas significativas em 2021 e 2022, com isso grande parte das águas que possuem devem-se àquele período chuvoso.

 

Com períodos chuvosos muito irregulares em 2021 e 2022, reservatórios como o açude que abastece a cidade de São Mamede encontra-se atualmente com apenas 1,69% de sua capacidade máxima que é de 15.791.280 m3, além disso, o reservatório que abastece a cidade de Santa Luzia encontra-se atualmente com apenas 1,99% de sua capacidade máxima que é de 11.960.250 m3, os dados são atuais e oficiais do Governo do Estado da Paraíba.

 

Ainda praticamente secos se apresentam os reservatórios que abastecem Teixeira, também na região metropolitana de Patos, o açude São Francisco II está com apenas 3,21% de sua capacidade máxima que é de 4.920.720 m3, o açude Sabonete está com 0,08% de sua capacidade máxima que é de 1.952.540 m3, e os outros dois mananciais, Riacho das Moças cuja capacidade máxima é de 6.413.411 m3 e Bastiana que pode armazenar até 1.271.560 m3 estão respectivamente com apenas 0,38% e 0,51% de suas capacidades máximas atualmente, de acordo com dados oficiais.

 

Ainda de acordo com dados oficiais, dos 134 açudes monitorados pelo Governo da Paraíba, há 12 reservatórios transbordando atualmente, sendo todos de pequeno porte, além disso há 74 reservatórios em normalidade, ou com volumes superiores a 20% de suas capacidades, há também 49 açudes que abastecem cidades do interior do Estado com pouca água, sendo que desses, 24 estão com volumes entre 5% e 20%, e outros 25 açudes estão com volumes inferiores a 5%, quase todos esses reservatórios em crise hídrica localizam-se na faixa semiárida paraibana.

 

 

Portal Ciência em Foco com informações do Governo do Estado da Paraíba

Social:

4 de Outubro de 2022

Publicidade

Visitas até o momento